sábado, 14 de fevereiro de 2009

À nova moda

[13:20] 14/02/2009

[Desabafos de um original]

Nem precisa pensar muito para que meus sentimentos sejam expressos por palavras. Hoje, mais do que nunca estou a observar meus valores. É difícil tentar respeitar o sentimento do outro e desrespeitar o meu. Já não esconderei meus desejos a quem desejo. Este texto é então uma expressão do que senti desde a primeira vez que nos encontramos. Surpresa, respeito crescente, paixão... nos momentos em que estamos juntos, paz. Outra palavra não descreveria melhor toda euforia e precipitação do coração que sinto nos encontros e reencontros.
A inspiração vem no momento em que a memória age. Lembranças dos risos recíprocos e olhares muitas vezes não correspondidos como eu queria que fossem, mas aceitos. E não precisa ser necessariamente à noite quando já estou na cama revirando, inclusive os pensamentos, mas pode ser agora no começo da tarde, depois que fui ao seu encontro e não lhe encontrei.
Costumo escrever o texto original à moda antiga, utilizar papel e caneta e só depois publicá-lo, mas quis fazer diferente, porque esse texto será original sempre na minha mente e no coração, enquanto este sentimento estiver vivo e respirar dentro de mim.

[13:44]

2 comentários:

  1. Você anda APAIXONADO! ¬¬
    Preciso da ficha completa da criatura moço!
    :*

    ResponderExcluir
  2. kkkkk..
    A vc eu dou a ficha completíssima!!
    Adoooroooo! =)

    ResponderExcluir