quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Fácil?

              Difícil é tê-lo em meus braços, é levar marcas suas em mim, é saber que não vai passar disso. Difícil é me conformar com o que recebo, com o que é muito (para ele). Difícil é não ter coragem a fim de abrir meu coração e falar tudo que está em minha garganta desde o nosso primeiro janeiro. É difícil. 
               Difícil é nao sentir o calor do seu corpo mais um pouquinho e ser interrompido pelo tempo que nos apressa. Difícil é cessar os beijos que sempre são surreais. Difícil é se entregar por algumas horas a alguém que não está afim de te segurar. Difícil é saber que encontros por acaso são a nossa melhor condição. É difícil.

3 comentários:

  1. Tudo passa , e sua dor também passará !!!

    ResponderExcluir
  2. É difícil, mas não insuportável. E quanto a essas coisas da vida, já estou bem acostumado. :)

    ResponderExcluir