segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Ache-me flor.


Em uma madrugada normal como todas as outras, aqui estou com um desejo simplório de fumar um cigarro e refletir sobre minha vida - o que fiz dela até hoje e, a partir daí, como melhorá-la. Prefiro escrever. Isso me descarrega como nada. Entretanto quero escrever-me pouco a fim de não me cansar dos próprios escritos meus.
Assistir a filmes que retratam histórias de amor recíproco só me faz pensar quão ignóbeis têm sido meus dias. Prazer por prazer... muitas vezes, sexo por prazer... ou apenas sexo... Será que sou mais que isso? Talvez goste dessa loucura desenfreada na qual me lanço, mas também quero experimentar sentimentos reais com pessoas que valham a pena. REAL.
Não é que eu queira um novo amor, mas almejo um novo amar.

3 comentários:

  1. Como sempre as ótimas palavras do Pr°Cleyton...
    Agora só deixe o cigarro!

    ResponderExcluir
  2. O cigarro é o que me salva das intempéries dos dias maus..

    ResponderExcluir